sexta-feira, 20 de julho de 2012

Amarração do amor: saiba como funciona esse golpe.


Pelas mensagens que chegam ao blog e pelo que leio nos jornais vejo que continuam muito ativas as espertalhonas que vendem serviços de amarração do amor do tipo “trago seu amor de volta ou devolvo seu dinheiro”.



Alguma vez você já se perguntou como afinal isso funciona?

É simples e sofisticado ao mesmo tempo, é análise probabilística espertamente conjugada com sensibilidade e conhecimento do comportamento humano.
A isso some-se muita cara de pau e nenhuma dó ou piedade pelas pessoas enganadas.
É um golpe e precisa ser combatido, faço minha parte mostrando aqui como a farsante opera, quem sabe assim menos pessoas caem nessa.

Começa quando aparecem no bairro as faixas anunciando o serviço.
A propaganda dá certo, em qualquer lugar sempre haverá casais com problemas nos mais diversos estágios, de briguinhas a divórcios litigiosos e a promessa de que alguém pode fazer a pessoa que te deixou voltar para você é irresistível para ouvidos carentes e crentes...
Quando alguém fala o que a gente quer ouvir...a lógica e o bom senso são rapidamente deixados de lado, a ilusão, mesmo que falsa, é muito mais atraente.

Bem, digamos que a bruxa faça o trabalho de amarração para 10 novos clientes, pessoas que querem trazer seus amados de volta.

Algum tempo depois, digamos um mês, o curso natural da vida terá feito alguns casais reatarem, outros não.
E isso vai acontecer com ou sem as amarrações da bruxa, claro.
É da vida, o ciclo normal das relações e das pessoas.

Digamos que 4 casais tenham reatado e 6 não, só por hipótese.

As 4 clientes da bruxa que conseguiram seu objetivo estarão felizes e satisfeitas, farão muita propaganda para suas amigas e assim vão gerar novos negócios para a bruxa.

As seis que não reataram com seus amores ficarão decepcionadas.
Algumas, por vergonha, nem sequer voltarão para pedir o dinheiro de volta nem falarão muito sobre isso, para não ter que admitir que caíram em um golpe ou, pior, que seus amados não voltam nem com trabalho forte.

Digamos que das seis a metade aja assim.

As outras três voltarão à bruxa para pedir seu dinheiro de volta, conforme a promessa da propaganda. E não terão problema algum com isso, a bruxa devolverá sem hesitar, explicando que as entidades espirituais algumas vezes não a atendem, que é assim mesmo, que ela lamenta...

A grande sacada é que o saldo é sempre positivo para a bruxa, faça as contas: ela fez dez trabalhos, devolveu o dinheiro para três e ficou com sete.
Mesmo que você piore as proporções vai continuar sendo um bom negócio, ela vai sempre ficar com uma parte do dinheiro, e sem fazer nada!

Algumas vezes ela não ficará com sete mas seis ou cinco ou até menos mas ela nunca terá que devolver as dez porque a probabilidade de nenhum casal reatar é muito pequena.

Ela assim vive bem e feliz durante um tempo na redondeza... até que a clientela começa a rarear, por esgotamento.
Ela então se muda, espalha suas faixas no novo bairro (ou nova cidade) e recomeça o ciclo.

Simples assim.

Ou você acreditava que havia um exercito de espíritos desencarnados fazendo as pessoas voltarem ou não para seus ex-amores dependendo dos valores pagos a uma bruxa que os representa na Terra?
Cupidos espirituais remunerados?



E, sinto dizer, não é nada muito diferente do que fazem as astrológas, leitoras de búzios, cartomantes e numerólogas, o truque é basicamente o mesmo.
Um tolo e seu dinheiro cedo se separam.