terça-feira, 19 de janeiro de 2010

ZILDA ARNS: porque deus foi tão cruel com ela?


Se há uma mulher que pode ser chamada de santa é Zilda Arns.
Não dessas que exigem fé cega em seus milagres sem comprovação.
Estamos falando de uma santa cujo milagre é real e concreto, basta visitar sua obra e ver.
A Pastoral da Criança cuida de quase 2 milhões de crianças em mais de 20 países, salvando-as de índices criminosos de mortalidade infantil e subnutrição. Uma obra maravilhosa de alguém que ao invés de falar, fez.
Um exemplo para a nossa e todas as futuras gerações.
Zilda Arns era muito católica, amava seu deus.
Mas, vemos hoje, parece que não era correspondida.
Para os religiosos igrejas são território exclusivo de deus, são até chamadas de campo santo. Se deus tudo pode, mais ainda poderia dentro de uma igreja, não é mesmo?
E foi justamente o teto de uma igreja que desabou sobre a nossa santa Zilda Arns, matando-a.
O que terá esse deus tentado nos dizer?
Se ele tudo pode, poderia te-la salvo.
Se ele tudo sabe, porque deixou que acontecesse?
Se ele é onipresente, estava lá olhando?!?
Será que ela merecia morrer justamente pelo desabamento do teto de uma igreja onde fazia uma palestra a um grupo de crianças?
Vejo a TV mostrando, em tom meio solene, uma igreja desabada no Haiti onde apenas o altar com o crucifixo ficou em pé.
William Bonner não grita milagre! mas quase.
Ou seja, esse deus pode salvar o crucifixo de uma igreja caindo... mas não salvou Dona Zilda.
Salvou, inclusive, o padre que conversava com ela no instante do terremoto, mas ela não. Nem a maioria das crianças.
Ainda bem que deus é bom, já pensou se fosse mau?
Se você sair por aí perguntando porque deus fez isso com ela vai ouvir muitas respostas curiosas.
Chegou a hora dela” é um clichê freqüente. Ok, mas porque assim?
Ela está agora ao lado de deus” é outro, mas a pergunta é a mesma: ela não poderia ter ido para o lado dele de uma forma menos traumática?
Deus escreve certo por linhas tortas”. Fuja de quem te responder assim, é pura carolice.
São misteriosos os desígnios do senhor”. Bem, essa mata qualquer discussão, vale para qualquer coisa, justifica o que você quiser.
“Quem você pensa que é para questionar a deus?” Fuja desses também, rápido, alguns ficam violentos.
É porque não tem deus nenhum lá em cima cuidando dessas coisas” é a minha resposta.
Deus não é cruel não, ele sequer existe.

20 comentários:

  1. Realmente é deprimente ver a que nível a estupidez humana está chegando em acreditar em forças divinas para tudo que acontece no Planeta. Se este único DEUS existisse e controlasse mesmo tudo no TERRA e no UNIVERSO, eu iria teme-lo e näo louva-lo. Pois seria um ser sem piedade e carrasco, brigando com tudo e com todos. Principalmente seres do BEM, como Zilda Arns, que mesmo "trabalhando por ele", morreu de forma absurda.

    "Infelizmente a mãe natureza é indiferente a qualquer ser que habita o planeta TERRA. Que a vida prevaleça sobre os bons..."

    ResponderExcluir
  2. Nós atribuimos valores bons e ruins à tudo. Somos atravessados por esse dualismo desde a infância. Tudo que vivenciamos como bom viria de Deus e tudo de ruim, ou viria de outra fonte oposta ou justificaria a inexistência de Deus. Comparativamente, agimos da mesma maneira simplória que a criança que odeia os pais quando estes dizem não e os amam quando dizem sim.
    Nosso planeta tem 4,56 bilhoes de anos; o homem existe aqui há 120 MIL anos... durante toda a existencia do planeta, há evidências científicas de inúmeros ciclos, extinções em massa, eras de gelo. Isso é natural. a transformação faz parte da natureza.
    E nós que raciocinamos, que temos polegar opositor e telencéfalo desenvolvido, fazemos exatamente como a criança mimada e negamos qualquer idéia que suponha um criador quando os acontecimentos vao contra nossa idéia de "bom". colocamo-nos como umbigo do mundo concluimos com bases infundadas, cometendo o mesmo erro, às avessas, dos que tem fé sem raciocínio.
    Negar a existência de Deus é direito de qualquer um e isso deve ser respeitado. Mas que isso seja feito com base em raciocínios filosóficos e inteligentes e não simplórios, rebeldes e mimados.

    ResponderExcluir
  3. ... conheço muitos ateus com discursos mais consistentes e filosóficos. infantilóide até este. parece alguem q acredita em Deus e está com raivinha dele. rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Concordo que se trata de argumentação simplista, talvez simplória mesmo. Mas quando se dialoga com pessoas que acreditam em cobras que falam, mares que abrem, virgens que dão à luz e santos que atendem pedidos não é possível, sempre, aprofundar a discussão. Há em outros posts analises de outro teor, que poderiam ser consideradas mais consistentes e filosoficas, assim como há piadas, charges e posts bem humorados. Mas vou refletir sobre a crítica...obrigado.

    ResponderExcluir
  5. Para responder a questão "Como Deus deixou que a senhora em questão morresse?" precisamos fazer um pequeno exercício de lógica.

    Se Deus não existe, não houve nada demais na morte dela, ela apenas estava no lugar errado e na hora errada.

    E se Deus existe (faça um esforço para considerar que Ele existe por um momento).´É a mesma coisa: ela estava no lugar errado e na hora errada. Se Deus existe, uma das premissas básicas dele é: o que interessa mesmo é o não-material e não carnal. Assim, mortes horríveis, crianças estupradas são chocantes e importante para nós humanos, para Deus é bobagem - isso é uma questão de lógica. Estou partindo da base da religião, de qualquer religião e do próprio conceito de Deus ser uma entidade etérea e não material/carnal, ou seja, não - não foi ele que me disse, é pura lógica. Ah, sem falar que obviamente o ser humano pode fazer o que quiser - isso eu não preciso provar - religiosos chamam de livre arbítrio que é simplesmente um nome para aquilo que todos conhecemos como poder fazer o que se quer: de pular de uma ponte a ir para uma igreja prestes a desabar.

    ResponderExcluir
  6. David, se não foi deus pessoalmente quem lhe disse que mortes horriveis e chocantes sao uma bobagem, quem foi? Isso não é pura lógica e sim pura falta de lógica! Quando eu pergunto "como deus deixou que ela morresse" estou, na verdade, destilando pura ironia pois é claro que para um ateu a resposta é obvia: porque ele nao existe. Eu não critico os criterios e as decisões de deus e sim os que acreditam nele e saem por aí repetindo ilações pessoais como se dogmas divinos fossem.

    ResponderExcluir
  7. Aponte onde houve falta de lógica da minha parte, concretamente.

    ResponderExcluir
  8. David, um dos problemas com os teistas é que colocam palavras na boca do seu deus com a maior facilidade. Veja você aqui neste caso, quando diz que morte chocante "para deus é bobagem". Repito, foi ele pessoalmente que lhe disse isso? Isso é uma ilação, tão vazia de embasamento quanto dizer que "deus escreve certo por linhas tortas". Esse deus judaico-cristão, que eu saiba, jamais apareceu nem falou com ninguém e mesmo o que é considerado "palavras de deus" (a bíblia) não passa de uma coletânea de lendas e tradições orais de peregrinos do deserto. Deus não fala nem com você nem comigo nem com ninguém, mas a ciência fala e eu escuto. Para os religiosos os pensamentos, desejos e ações de deus tem sempre uma unica explicação que é seu divino e indecifravel desejo. Quando um avião cai e uma criança se salva todos correm a gritar que foi milagre, ou seja, que o tal deus interferiu pessoalmente naquela tragedia para salvar aquela criança. Agora quando alguem como Zilda Arns morre com o telhado de uma igreja desabando na cabeça dela aí nesse caso é livre arbitrio, é estar no lugar errado na hora errada e outras explicações simplistas e adaptadas ás circunstancias do momento. Ou deus existe, interfere e salva vidas... ou não. Isso sim para mim é lógica. Se você quiser saber mais sobre como o ser humano adapta o "sobrenatural" (que não existe) às suas necessidades e limitações de conhecimento leia "O Mundo assombrado pelos demonios", de Carl Sagan. Um abraço... e será sempre um prazer debater!

    ResponderExcluir
  9. iso e sinal do fim dos tempos e deus e quem decide tudo ele e senhor e nao devemos questionar a deus,ele existe nos somoss prova disso pois foi ele quem nos criou e ele nos ama e quer nos salvar va pra jesus enquanto e tempo quando a trombeta tocar vai ser tarde demais.

    ResponderExcluir
  10. Comentários assim me fazem cada vez mais ateu... Trombetas tocando ?!?

    ResponderExcluir
  11. Lineu,

    Compreendo perfeitamente a sua linha de raciocínio e mais ainda o seu preconceito com cristãos. Acho que ele é 100% legítimo e acho uma pena que se atrevam a dissertar sobre algo que não dominam e acabarem jogando a credibilidade da tese teísta na lama.

    Como disse, entendo a linha de pensamento sua, mas, novamente questiono onde houve falácia da minha parte. Em nenhum momento coloquei palavras na boca do meu Deus, expliquei de maneira lógica a linha de raciocínio dele, a partir de uma premissa que acredito que até você tenha como verdadeira, que é a da oposição entre o espiritual e o carnal. Quando eu digo que para Deus não interessa o material, o carnal eu o digo não baseado em algo que Ele me disse, mas na simples premissa de que a própria ideia básica e elementar de espírito é etérea. É anticarnal, é antimaterial. Entendeu? Antes de achar dogmático demais vou dar um exemplo comparativo científico. As particulas fundamentais do átomo: bóson, quarks etc que são 12 (e conhece-se 11) enquanto não são agrupadas apresentam massa 0. Ou seja, juntas elas têm massa, mas separadas não.

    Então, resumindo. Eu entendo que muita gente apresente dogmas como argumento e eu mesmo posso fazer isso equivocadamente de vez enquando, mas neste caso, meu argumento é pura lógica. Não prova a existência de Deus, mas conclui que esta acusação específica da sua inexistência por parte de você não tem bases.

    ResponderExcluir
  12. "Expliquei de maneira lógica a linha de raciocínio dele"...mas... como você sabe qual é o raciocinio dele? Essa é a principal diferença entre nós, eu só acredito na ciência, naquilo que poder ser comprovado e você não tem alternativa a não ser basear suas afirmações na fé. Quando um cientista diz que a terra tem 13 bilhões de anos ou que a molecula da água é composta por dois atomos de hidrogenio e um de oxigênio, são afirmações que podem ser provadas e comprovadas, só alguem muito ignorante para duvidar. Mas quando você diz que "deus pensa assim" ou "deus age assado" voce se baseia no que?? Sobre oposição entre carnal e espiritual você diz que acha que eu acredito na premissa na verdade comete um erro básico, elementar: ateus não acreditam em plano espiritual, alma, nada disso. Para mim existe o atomo, a carne, a molecula. Quando a vida se esgota, fim. Você acha que sabe como deus pensa e como ele agiu e afirma não se basear no que ele disse mas sim na premissa do espírito ser etéreo, antimaterial. Ora, isso para mim é zero, argumento infundado, vem do nada (ou da fé) e não nos leva a nada.
    E, sobre sua frase final, eu não tento provar a inexistencia de deus mostrando suas falhas e injustiças, isso seria ridiculo, eu apenas as uso para desmascarar a total falta de lógica e de bom senso do idéia de um deus criador, ouvidor de preces e salvador de criancinhas em desastres aéreos. Desculpe, David, mas teístas não conseguem provar absolutamente nada sobre a exietncia de deus, salvo usando a fé e essa eu despreso.

    ResponderExcluir
  13. Não sei nem o que dizer, um dia vamos morrer e eu to nem aí como vai ser, no final vou morrer mesmo né. Choca quem vê e não quem morre.

    ResponderExcluir
  14. QUERIDA ZILDA ARNS,UM DIA ME RECEBEU EM CURITIBA NA SEDE DA PASTORAL DA CRIANÇA,EM SUA CASA,NOS LEVOU EM UMA LOJA NO SHOPING QUE VENDIA OS ARTEZANATOS FEITOS PELAS MÃES DAS CRIANÇAS,A QUEM DEDICOU SUA VIDA.MORREU DE UMA FORMA,SEM ALTERNATIVA OU SEM OPÇÃO,ELA QUE PREGOU E PREGAVA VIDA ESPERANÇA PARA TANTAS CRIANÇAS E MÃES DO BRASIL E DE OUTROS PAIZES.EU ME PERGUNTO E A BONDADE DE DEUS NESSA HORA............................

    ResponderExcluir
  15. Voce pergunta e eu respondo: não há bondade nem maldade de deus, simplesmente porque não existe deus algum.

    ResponderExcluir
  16. SE DEUS EXISTIR ELE É REALMENTE MAU, VINGATIVO, CASTIGA COM MUITO RIGOR E DORES TERRIVEIS SERES FRAGEIS COMO OS POBRES HUMANOS QUE ELE MESMO CRIOU...EU TENHO MAIS PENA DE MEUS IRMAOS QUE ELE DE SEUS FILHOS...

    ResponderExcluir
  17. DEUS DEVIA SER CASTIGADO QUE PERVERSO

    ResponderExcluir
  18. Na minha opinião, pessoas como você, deveriam ser mais abundantes que pastores, padres, bispos, monges, etc... Inteligente, culto e acima de tudo ético e paciente! Assim ajudariam os "preguiçosos" mentais, como eu a refletir a repeito de assunto tão importante!
    Hoje estou vegano (não sei até qto tempo!) e me parece que essa situação me deixou profundamente interesado sobre a inexistência de deuses!
    Por isso serei um assíduo frequentador do seu blog.

    Abços!

    ResponderExcluir