sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Morre o escritor Christopher Hitchens, autor de "Deus não é grande".


O escritor e jornalista britânico Christopher Hitchens, autor do célebre livro "Deus não é grande", morreu em Houston (EUA) vítima de um câncer no esôfago, informa em sua edição digital a revista Vanity Fair.

Nascido em 1949 em Portsmouth (Reino Unido), Hitchens morreu na noite de quinta-feira (15) no hospital MD Anderson Cancer Center, em Houston, da mesma doença que levou seu pai.

A detecção da doença aconteceu quando o escritor promovia sua última obra, as memórias intituladas "Hitch-22".

Considerado um dos intelectuais mais polêmicos e influentes do cenário internacional nos últimos 30 anos, Hitchens se mudou para os Estados Unidos em 1981 e colaborou com as publicações mais prestigiadas nos dois lados do Atlântico: "Vanity Fair", "Slate", "The Nation", "The New York Review of Books", "The Times" e "National Geographic", entre outras.
(Folha SP, 16/12/11)
=================================================

Uma grande perda.
Li "Deus não é grande" e recomendo, Hitchens foi um dos grandes do pensamento ateista.

16 comentários:

  1. Coitado. Ele é que era grande não é ?

    ResponderExcluir
  2. Bem, ele foi mesmo um grande escritor e viveu de verdade, não é uma lenda.
    Já deus...

    ResponderExcluir
  3. Deus não é uma lenda e pelo que eu estou acompanhando voce ainda não respondeu ao caro fernando sobre isso.

    ResponderExcluir
  4. Jesus também viveu de verdade, Lineu...

    ResponderExcluir
  5. anônimo! você assistiu pela tv, o pastor que morreu com um único tiro no peito, em caieiras? eita deus grande!!

    ResponderExcluir
  6. Anônimo, na visão ateista você pode sim chamar deus de lenda.
    Até hoje ninguém provou a existência dele.
    Aliás, ninguém provou também sua inexistência.
    É isso que alimenta um blog como este.

    ResponderExcluir
  7. baseado em relatos históricos, jesus pode ter vivido de verdade,como também calígula, como também Júlio césar, como Sócrates, a única diferença, é que os romanos sem querer querendo, ao crucificar jesus transformaram ele em mártir! e todo mundo sabe que o povo fica do lado dos mártires. fechem os olhos, e pensem, e se pilatos tivesse soltado jesus e crucificado Barabas. eu se estivesse lá gritaria, soltem jesus, crucifica barabas. que povinho mal agradecido.

    ResponderExcluir
  8. E depois diz que conhece a bílblia... tss, tss, tss ...
    Aquele "povo" que gritou o nome de Barrabás, foi um pessoal arranjado, aliás tudo na condenação de Jesus foi préviamente arranjado pelos chefes dos judeus.

    "Todo mundo sabe que o povo fica do lado dos Mártires"

    Me diga o nome de algum mártir que tenha marcado tanto a história da humanidade (antes de tal mártir / depois de tal mártir).
    Você deveria raciocinar assim: Depois de um homem tão maravilhoso prometer tantas coisas, dizer que era Deus, fazer tantos milagres, curar inúmeros enfermos, mostrar seu grande poder que tanto estimulou e alegrou seus discípulos, ele morre da forma mais terrível da época : a crucificação. Seus discípulos fogem e se escondem com medo(natural) por vários dias. O desânimo, obviamente tomou conta deles.
    Como aqueles mesmos homens acuados e desanimados, depois de alguns dias, saem pregando em público com aquela energia toda e agora sem medo algum (pelo contrário) ?
    Resposta: Porque alguma coisa eles viram. Alguma coisa operou aquela mudança radical.
    O resultado dos feitos e da poderosa pregação daqueles está aí, até os nossos dias.
    Eles viram Jesus ressuscitado durante quarenta dias ! Observe as marcas imprimidas no Santo Sudário.
    Por que a bíblia menciona que "...os panos estavam dobrados em um lugar à parte ?
    Por que os doze apóstolos aceitaram destemidamente morrer de forma bárbara e cruel em lugar de negarem Jesus Cristo ?
    Como um mito, uma lenda, enfim, uma mentira ou invencionice pode durar 2 mil anos, sendo perseguido, criticado ?

    Em cima dessas coisas é que vocês têm que raciocinar, Robson... e não ficar apegado a esse horizonte ateísta estreito.

    ResponderExcluir
  9. de que adianta você conhecer tanto a bíblia, e não pode me dizer o nome do primeiro papa brasileiro?? e judas, também foi arranjado? pra mim jesus não passa de um mártir, graças a uma decisão incorreta de pilatos. volto a te perguntar, e se pilatos tivesse soltado jesus e crucificado barrabás?

    ResponderExcluir
  10. fernando! você é bom em história católica, sabe todas as datas tim tim por tim tim, dizer que jesus morreu da maneira mais terrível da época? você deveria assistir ao filme de calígula, e ver como a empanação deveria ser pior do quê a crucificação, e depois me desculpa, outros milhares morreram crucificados pelos romanos.

    ResponderExcluir
  11. eu quis dizer, empalação, não empanação.

    ResponderExcluir
  12. Robson, antes de ser crucificado, Jesus passou 2 dias apanhando e sendo torturado (nu) por uma tropa inteira de soldados romanos; culminando com uma "CRAVADA", no crânio, de uma "coroa de espinhos, com mais ou menos 12 centímetros. Um desses espinhos vazou um dos olhos.
    Parte de sua barba foi brutalmente arrancada, foi chicoteado por dois carrascos (um de cada lado). Depois ainda teve que carregar parte de sua cruz até o lugar da crucificação. Fora os insultos morais, cusparadas, escarradas...
    Com o corpo todo coberto de sangue, colocaram-lhe uma túnica, e, até chegar no calvário, essa túnica grudou no sangue e secou. Quando arrancaram-lhe brutalmente a túnica, as feridas se abriram novamente e Jesus sentiu uma dor indecritível, lancinante.
    Se quiser mais detalhes leia o livro "A PAIXÃO DE CRISTO SEGUNDO O CIRURGIÃO" de Pierre Barbet. Ele se utiliza da Bíblia, do Sudário e de seus conhecimentos de anatomia para descrever o terrível sofrimento de Jesus.

    ResponderExcluir
  13. E depois desse sacrifício todo finalmente toda a população da terra ficou livre do pecado original (aquele, o da cobrinha.
    Faz todo o sentido.
    Assim como ler um livro que usa um tecido falsificado como prova.

    ResponderExcluir
  14. fernando! só queria que soubesses, que se dependesse de mim tudo isso que você relatou a respeito de jesus, não teria acontecido, não me entra na cabeça, como pode um deus ser chamado de onipotente, deixar essas atrocidades,essas bestialidades,esses massacres,essas barbáries acontecerem????????????????????????????????? coitado de jesus o filho!!! tanto sofrimento pra nada, até nos países onde ele é super conhecido, não para de crescer o número de agnósticos, dos sem religião, dos ateus, acho que justamente por tudo isso que ele passou, as pessoas não querem mais acreditar num deus, que ao invés de estalar o dedo, e mudar o mundo pra melhor, fode o próprio filho.

    ResponderExcluir
  15. Tecido falsificado como prova ? Faça-me um favor, Lineu ... jogando para a platéia de novo, Hein Lineu ?

    ResponderExcluir