sábado, 16 de fevereiro de 2013

"Leitura fria", sofisticada técnica de manipulação emocional usada por cartomantes, astrólogos e bruxas para enganar as pessoas.


"No decorrer de uma leitura bem sucedida, pode ser que o paranormal forneça a maioria das palavras, mas é o cliente quem fornece a maior parte do sentido todo o significado". (Ian Rowland)



Chama-se de leitura a frio um conjunto de técnicas usadas por manipuladores profissionais para fazer com que uma pessoa se comporte de uma certa forma, ou a pensar que os que fazem a leitura têm algum tipo de capacidade especial que "misteriosamente" permite que saibam coisas sobre ela. A leitura a frio vai além das ferramentas usuais de manipulação, sugestão e adulação. Através dela, vendedores, hipnotizadores, publicitários, curandeiros, vigaristas e alguns terapeutas tiram proveito da predisposição dos clientes a encontrar mais significado numa situação do que realmente existe. O desejo de encontrar sentido em nossas experiências já nos levou a várias descobertas maravilhosas, mas também levou muitos de nós a desvarios. O manipulador sabe que sua vítima tenderá a tentar encontrar sentido em qualquer coisa que se diga a ela, não importa o quão absurda ou improvável. Sabe também que as pessoas normalmente são egocêntricas, que tendem a ter visões pouco realistas de si mesmas e que geralmente aceitam alegações que refletem, não o que são, ou mesmo o que realmente pensam ser, mas o que desejariam ser ou o que pensam que deveriam ser. Também sabe que, dentre as diversas alegações que fizer sobre você, e que você rejeitar como incorretas, irá sempre fazer uma que encontre sua aprovação. E sabe que você se lembrará dos acertos que ele fizer e se esquecerá dos erros.
Assim, um bom manipulador pode fornecer uma leitura para uma pessoa totalmente estranha, o que irá fazer com que essa pessoa sinta que ele possui algum poder especial. Por exemplo, Bertram Forer nunca o conheceu, embora ofereça a seguinte leitura a frio a seu respeito:
Algumas de suas aspirações tendem a ser bem irrealistas. Você às vezes é extrovertido, afável e sociável, embora em outras vezes seja introvertido, cauteloso e reservado. Descobriu que não é recomendável ser excessivamente sincero ao se revelar para outras pessoas. Tem orgulho de pensar de forma independente e não aceita afirmações de outros sem provas satisfatórias. Prefere uma certa mudança e variedade, e fica insatisfeito quando é cercado por restrições e limitações. Às vezes tem sérias dúvidas sobre se tomou a decisão correta ou fez a coisa certa. Disciplinado e com auto-controle por fora, tende a ser preocupado e inseguro no íntimo.
Seu ajustamento sexual tem apresentado alguns problemas. Embora tenha algumas fraquezas de personalidade, geralmente é capaz de compensá-las. Você tem uma considerável capacidade não utilizada, que ainda não usou a seu favor. Tende a ser crítico em relação a si mesmo. Sente forte necessidade de que outras pessoas gostem de si e o admirem.

Link para a matéria completa:
http://www.skepdic.com/brazil/leiturafria.html

 e para um segundo texto (em inglês) sobre o mesmo assunto:
http://atheism.about.com/library/FAQs/skepticism/blfaq_skep_cold.htm



3 comentários:

  1. Olá Lineu, o Ateu
    estou fazendo um convite para você postar os seus textos no grupo dos Céticos, humanistas, agnósticos e ateus do interior do Paraná.
    Seria uma honra para nós termos os seus textos para a discussão, também aumentaria o acesso ao seu blog.
    Contamos com sua atenção.
    Abraços.
    Gilson, também um ateu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gilson, é o grupo do Facebook? Eu postei hoje lá um texto sobre D. Zilda Arns. E quando quiser republicar algum texto, fique a vontade, tudo vale para divulgarmos o ateismo...

      Excluir
  2. Aê Lineu, posta uma matéria aí sobre macumba.

    ResponderExcluir