domingo, 14 de abril de 2013

Porque tanta gente odeia os ateus?


Diz a lenda que no Brasil um ateu assumido teria menos chances de se eleger para um cargo público que uma mulher, pobre, negra e homossexual (uma combinação absoluta de  minorias discriminadas).
A ojeriza pela idéia de ver eleita uma pessoa que não crê em deus vem de preconceitos milenares como "quem não tem deus no coração não tem limites, pode fazer o que quiser".
Ou, um degrau abaixo, "ateus tem pacto com o diabo".

Em teoria ateus são - ou deveriam ser - inofensivos, já que não defendem a crença em outros deuses nem a adesão à religiões concorrentes mas sim a mais e absoluta descrença.
Porque alguém não acreditar em seu deus te ofende ou te incomoda?
Já ouviu falar de algum homem bomba ateu?

Imagens de santinhos, nossas senhoras e jesuses postados aos milhares diariamente na internet não me ofendem, não me incomodam, eu não reclamo disso (apenas ignoro).

Mas quando alguém posta uma mensagem ateista os crentes se revoltam, protestam, exigem respeito, bradam pela liberdade religiosa, esquecendo-se que dela faz parte o direito de não crer.

O blog consciência.blog.br, de Robson de Souza, publica uma análise bem completa e interessante da "ateofobia - uma intolerância gritante mas pouco notada".
O texto relaciona fontes de preconceito e as formas usadas pelas religiões para ofender, atacar e estigmatizar os não crentes. 

Letras de músicas cantadas em igrejas ("Vou dizer, não tem que ser assim, mas se deus não serve pra você, você não serve pra mim...") , frases religiosas impressas nas notas de dinheiro, crucifixos pendurados em paredes de tribunais, intolerância explícita nas escolas, no emprego e até mesmo em casa, na própria família, agressões à laicidade do estado, influência exagerada das igrejas nos rumos do país, tudo isso alimenta e realimenta há séculos a imagem distorcida que as pessoas tem de quem não acredita nos mesmos amigos imaginários que elas.
Vale a pena ler o texto completo, segue o link: Ateofobia.

Na minha opinião o que incomoda mesmo os crentes é que, no fundo,  percebem a total falta de lógica das lendas nas quais suas religiões se baseiam, mas não querem mexer nisso, não querem perceber, analisar, pensar, querem apenas continuar recebendo de suas igrejas aquilo pelo qual pagam: consolo, esperança, apoio e sentido para as suas vidas.
Mesmo que não seja verdade.





17 comentários:

  1. Ao meu ver, se analisados em sentido amplo, são insignificantes. Qual a função social do ateismo? Qual a sua colaboração, enquanto instrumento de controle social? Qual o projeto filantrópico de origem ateia? Qual a instituição de ensino organizada por essa ideologia?
    Obviamente que não devem ser demonizados, muito pelo contrário, deveriam simplesmente não ser levados em consideração.

    Enfim, salvo alguns nomes que se destacam por algum talento, o ateismo enquanto "comunidade" ideologica é socialmente desprezível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente que pensa como você é a fonte de tanto preconceito e desconhecimento sobre ateismo, criando espaço para a intolerância e a violência religiosa.
      Quer dizer que na sua opinião quem não acredita nos seus deuses não deve ser levado em consideração?
      O melhor que posso fazer é não te levar em consideração.

      Excluir
    2. Me diz aí que a Teologia fez para humanidade? Além de guerras, criar ganancia entre os homens, preconcetos racial. desigualdade, roubar suas riquesas.

      Excluir
    3. Caramba... quer dizer que a não crença deveria se organizar e criar entidades de appoio ? Que tal se seres humanos se orgazissem em entidades de apoio, independente da crença ? Eu não preciso de uma religião ateista para ser atéia e uma boa pessoa, eu ajudo as entidades que eu conheço e sei que revertem a ajuda em benefícíos aos carentes, eu trabalho feito camelo, gero receita, cuido da minha vida, pago meus impostos e voto nulo, por que não conheci um só candidato que merecesse meu voto. Eu tenho peso na sociedade sim... se vc se considera insignificante... faça algo.

      Excluir
    4. E desde quando ateísmo é ideologia?

      Sujeitinho desinformado...

      Excluir
    5. Pelo menos eu coloco o meu nome de verdade de , ao contrário de muitos crentes (que nem podem ser considerados crentes por que não lem o que tem na bíblia)são um bando de covardes miseráveis que não possuem coragem para falar Issa tremenda ignorância na cara de um ateu.Conclusao f#&@$3 seus crentes 3@/<]t0$

      Excluir
  2. http://ieet.org/index.php/IEET/more/pellissier20111125
    http://old.richarddawkins.net/articles/643999-atheists-are-the-most-generous-even-without-heavenly-reward
    http://www.atheistrev.com/2008/11/promoting-atheist-community-atheist.html
    http://harvardhumanist.org/
    http://www.atheistsforhumanrights.org/

    Só para citar alguns projetos sociais e filantrópicos ligados ao ateísmo. Você está desinformado.

    ResponderExcluir
  3. Não existe projetos sociais e filantrópicos ligados ao ateísmo? você está enganado.
    http://www.atheistsforhumanrights.org/
    http://www.ibka.org/en/infos/projects.html
    http://harvardhumanist.org/
    http://www.boulderatheists.org/
    http://actok.org/community/community-service/charity-water/
    Só para citar alguns.

    Os ateus em geral são bastante ativos em defender direitos humanos, estado laico, liberdade religiosa, etc

    ResponderExcluir
  4. Pelo pensamento deste cara então os ateus seria obrigados a fazer caridade (uma coisa pregada por muitas religiões, mas não levada a séria por seus próprios integrentes - falo da maioria).
    Cada um faz a sua e não precisa de apoio de instituições ou midia meu amigo.
    Sou ateu e apoio programas de proteção ao meio ambiente (monetariamente), faço voluntariado em um hospital de cancer infantil e ajudo com um amigo uma ong de apoio a drogados (monetariamente) - Mas eu vou para o inferno pq sou ateu.
    Lógica interessante (como diria o Frank Miller em SINCITY)

    ResponderExcluir
  5. esse anônimo que disse que os ateus são insignificantes, pode ter alguma lógica aqui no brasil, no méxico, enfim nos países latinos e africanos, mas na europa querido, o buraco é mais embaixo,
    todas as religiões dos países desenvolvidos estão comendo miudinho, pra não perder as últimas ovelhas. eu e meus amigos somos a prova viva, todos abandonaram as religiões, e hoje vivem muito bem obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Affz essa Religião estrago a humanidade se todos fossem agnosticos não teria guerra não tenho nada contra religião mais te muito pastor que estupra crianças principalmente na minha cidade, já teve uns 17 casos

      Excluir
    2. Affz essa Religião estrago a humanidade se todos fossem agnosticos não teria guerra não tenho nada contra religião mais te muito pastor que estupra crianças principalmente na minha cidade, já teve uns 17 casos

      Excluir
  6. esse anônimo que disse que os ateus são insignificantes, pode ter alguma lógica aqui no brasil, no méxico, enfim nos países latinos e africanos, mas na europa querido, o buraco é mais embaixo,
    todas as religiões dos países desenvolvidos estão comendo miudinho, pra não perder as últimas ovelhas. eu e meus amigos somos a prova viva, todos abandonaram as religiões, e hoje vivem muito bem obrigado.

    ResponderExcluir
  7. Eu não me apresento como ateu por dois motivos.

    Primeiro que infelizmente esta palavra carrega um estigma negativo, principalmente em países de grande maioria religiosa como o Brasil e os Estados Unidos. Por ignorância, intolerância e preconceito os religiosos atribuem características aos ateus como falta de moral, egoísmo, individualismo, falta de generosidade, etc.

    Segundo que de certa forma eu acredito em deus. Apesar de ter sido criado pelos homens, esta figura exerce influência em bilhões de pessoas. Essas pessoas conversam com deus, pedem ajuda, pedem perdão, agradecem. Grande parte das suas ações e emoções são baseadas em respeitar, temer ou adorar a deus. Então não acredito que se possa dizer que uma entidade tão influente simplesmente não exista. Ele existe, mesmo que tenha sido criado pelos homens e só exista nesse cosciente coletivo.

    Mas sou otimista quanto ao futuro, e creio que com a evolução do conhecimento esse deus terá cada vez menos influência, até chegar o momento que deixará de existir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diego, foi um dos mais sensatos comentários que o blog recebeu ultimamente...
      Sobre esse deus imaginário que faz bem as pessoas, bem, nesse eu também creio, porque ele existe e influencia muito nossa civilização.
      Mas esse bem que ele faz aos outros as pessoas poderiam obter na meditação, no relaxamento, na psicologia, sem pagar dízimo e sem se submeter a dogmas ridículos.
      Mas é uma questão pessoal.
      Já sobre não se apresentar como ateu, entendo seu ponto de vista, mas acho escapismo.
      É o mesmo que fazem os negros que se identificam como pardos para fugir da discriminação, eu acho que o melhor mesmo é enfrentar.
      Eu grito aos 4 cantos que sou ATEU, quem quiser entender o que isso significa, sem preconceitos, será um prazer debater.
      Quem me rejeitar por isso... não vale meu esforço nem atenção.
      Mas, de novo, é pessoal.
      Volte sempre!
      abs,
      Lineu.

      Excluir
  8. Isto me lembra aquele episódio dos Simpsons e/ou Charlie Brow onde o piá acredita na grande abobora e ela acaba aparecendo de verdade.
    Bem dizem que a fé move montanhas né? pode ser que se muitas pessoas creem em algo este algo se torne alguma coisa...
    pensamento interessante, não mas estranho, porém a mente humana é um grande mistério e não dá para descartar esta teoria.
    Quanto a negar que se é ateu, não vejo problemas, é algo biblico até - não teve um cara que negou o barbudo cruxificado tres vezes e virou santo? kkk

    ResponderExcluir
  9. A maioria dos religiosos só pensam em si, os testemunhos são sempre os mesmos. Ou seja: EU ERA POBRE, AGORA SOU EMPRESARIO E TENHO BELA CASA E BELO CARRO. Vai pra merda. Se você conquistou tudo isso foi por que trabalhou, pois o seu DEUS não vai te dar e nem tirar nada de você. O Criador, apenas criou tudo que está a nossa volta. Isso é fato, pois acho que não nascemos de uma explosão, e mesmo que tivéssemos nascido de uma explosão alguém criou a maneiro para que isso acontecesse. Proponho que sejamos mais lógicos e não acreditemos em coisas fantasiosas. O que existe na verdade é a lei da CAUSA e EFEITO, faça por onde as coisas possam acontecer na sua vida. Corra atrás, seja honesto, seja filantrópico, mas não bobo. O Filantrópico presta sua social de acordo com sua boa vontade, sem interesse de mídia ou a espera de algum benefício religioso. Já o bobo, é aquele que faz a sua doação, geralmente e/ou na maioria das vezes nas igrejas, em troca de uma benção, seja ela material, ou questão de saúde. Acredito que existe uma força acima de nós que está vendo tudo que se passa entre cada um de nós. Então, tome cuidado você que se diz religioso e faz merda por ai. Seja honesto pela sua própria diretriz, e não pelo que seu pastor ou seu padre, ou seu superior religioso, e ate mesmo a biblia prega. Seja honesto por você, pois sabemos o que é certo e sabemos o que é errado. É so praticar o certo e tá tudo bem. O ATEU ao pé da letra significa: NÃO ACREDITA EM DEUS. Sendo assim, existem pessoas que creem em GEOVA, BUDA, ALA, ou seja, eles seriam ATEUS também. Eu acredito no criador, e por isso me rotulo ATEU. Sou um cara feliz pra caramba com minha filosofia de vida. Não tenho e não conheço nenhum ATEU, então é uma luta conviver com pessoas que falam que respeitam, mas no fundo batem o pé afirmando que irei pro inferno, como diz na bíblia. Não existe homem bomba ATEU, porem, tem suas crenças, e por isso são mais compreendidos que os próprios ATEUs que podem ate fazer boas ações, podem ser de caráter, que não maltrata e trata todos da mesma forma, com respeito e atenção, mas somente por não se renderem a nenhuma crença fantasiosa religiosa, vão pro inferno. Vai entender!!!!!

    ResponderExcluir