sábado, 21 de outubro de 2017

Amarração é um golpe, saiba como funciona.

Continuam muito ativos os espertalhões que vendem serviços do tipo “trago seu amor de volta ou devolvo seu dinheiro”.



Alguma vez você já se perguntou como afinal isso funciona?

É simples e sofisticado ao mesmo tempo: análise probabilística espertamente conjugada com conhecimento do comportamento humano, muita cara de pau e nenhuma piedade pelas pessoas enganadas.
É um golpe e precisa ser combatido.

Começa pelas faixas anunciando o serviço.
Em qualquer lugar sempre haverá casais com problemas nos mais diversos estágios, de briguinhas a divórcios litigiosos.
A promessa de trazer de volta a pessoa  que te deixou é irresistível para ouvidos carentes e crentes...ainda mais com garantia de sucesso!

Quando alguém fala o que a gente quer ouvir...a lógica e o bom senso são rapidamente deixados de lado.

Bem, digamos que a "bruxa" (Mago, Vidente,  Mãe,  Pai,  etc...) faça o trabalho de amarração para 10 novos clientes.

Tempos depois o curso natural da vida terá feito alguns desses casais reatarem, outros não, é da vida, faz parte do ciclo normal das relações e das pessoas.

Mas, observe, isso vai acontecer com ou sem as amarrações...até  porque o golpista nada faz,  apenas finge (velas, espadas de São Jorge, tudo isso é encenação).

Digamos que 4 casais tenham reatado e 6 não, só por hipótese.

Esses 4 clientes da "bruxa" ficarão felizes e farão muita propaganda dela.
Os outros seis ficarão decepcionados.
Algunss, por vergonha, nem sequer pedem o dinheiro de volta,
E não comentam  muito, para não ter que admitir que caíram em um golpe.
(ou pior, que seus amados não voltam nem com trabalho forte....)

Digamos que dos seis a metade aja assim e que as outras três voltem para pedir seu dinheiro de volta. 
Em alguns casos a "bruxa" devolverá, explicando que as entidades espirituais as vezes não a atendem, que é assim mesmo, que ela lamenta, blá, blá,  blá....
Mas na maioria dos casos já terá desaparecido,  sem deixar rastros.
Email, telefone?  Esqueça.

A grande sacada é que o saldo é sempre positivo para o golpista: fez dez trabalhos, devolveu o dinheiro para três e ficou com sete. 
Mesmo que ficasse com um só ainda seria bom negócio, afinal, ele não fez nada!

Quando a clientela começar a rarear...basta se mudar, espalhar  as faixas no novo bairro (ou nova cidade) e recomeçar o ciclo.

Simples assim. Na verdade, genial.

Agora pense: no  que você acreditava? Que havia mesmo um exercito de espíritos desencarnados fazendo as pessoas voltarem ou não para seus ex-amores dependendo dos valores pagos a uma entidade que os representa na Terra? 
Sério?
Um tolo e seu dinheiro cedo se separam.

3 comentários:

  1. Ótimo texto estou praticamente nisso acreditei nessa falsa ilusão e só me desgastes gastei muito dinheiro ,foi muito mesmo é nada da tal pessoa amada volta , hj faço tratamento psicológico por que toda essa história so me trouxe frustração e sofrimento sem contar que a conta desses tais país de santo milagrosos só engordam ! Fica a dica , não sou fake , não sou bajulador de pai de santo e nem vim aqui indicar e nem favorecer ninguém estou apenas relatando um caso real e que só trouxe danos emocionais e psicológico , faço esse relato para ninguém passar pela essa mesma situação é por esses mesmos danos morais e emocionais

    ResponderExcluir
  2. Há muitas maneiras de tentar trazer seu amor de volta: um novo corte de cabelo, repaginar seu guarda roupa, estudar coisas novas, viajar, reavaliar suas atitudes, fazer terapia, ser mais compreensivo, mais bem humorado, etc...Isso tudo sem dar dinheiro para golpista explorador de pessoas em seus momentos de fragilidade. E muitas vezes, depois de fazer tudo isso, a gente acaba concluindo que nem quer mais aquela pessoa de volta pois uma outra bem melhor foi encontrada!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir