terça-feira, 5 de julho de 2011

O único ser vivo que não evolui é o criacionista.

Debater criação x evolução com criacionistas é ler e ouvir argumentos surpreendentemente absurdos vindo de pessoas cultas e inteligentes.
Um dos temas mais divertidos para debater é Noé.
A lenda do velhinho que morreu aos 950 anos depois de ter salvo todas
as raças de animais terrestres do planeta.
Supondo, claro, que os aquáticos não tenham se importado muito com o dilúvio.
A história contada pela bíblia não faz o menor sentido, deveria ser lida em algum sentido figurado que tirasse dela uma mensagem positiva mas é lida de forma literal, mesmo que as condições para que isso tenha de fato acontecido sejam totalmente impossíveis.
Basta lembrar que se a lenda fosse verdadeira todos os seres humanos do planeta teriam que ser descendentes de Noé. Na verdade, de seus filhos, cujos filhos teriam que ter se casado entre primos, o que, como se sabe, não é nada aconselhável se voce quer criar uma civilização.
O ótimo site Ateus do Brasil (www.ateusdobrasil.com.br) tem um texto que elenca 25 perguntas e respostas em um debate do criacionismo x evolução, selecionei uma cuja argumentação vai muito na linha que defendo, vejam o que eles colocam sobre a tal arca:

Será que nem um único trilobita flutuou até um estrato superior? Será que nem um único cavalo burro estava na praia e se afogou num estrato inferior? Nenhum pterodáctilo voador conseguiu chegar acima da camada do Cretáceo? Não houve nenhum ser humano idiota que não tentou fugir da chuva?
Falando de argumentos absurdos, tente imaginar como um barco de 150m de comprimento por 25m de largura e 15m de altura conseguiria abrigar dois indivíduos de cada uma das espécies na Terra, algo entre 10 a 100 milhões delas.
Isto é um problema até para os criacionistas, portanto eles alegam que só havia 30.000 espécies, sendo que o resto se desenvolveu a partir deste grupo inicial, o que faz dos criacionistas os maiores defensores da evolução rápida!
Além disto, como você alimentaria 60.000 animais por 371 dias? Pior ainda, como você impediria que 60.000 animais devorassem uns aos outros?
E o pior de tudo, quem cuidava da limpeza?

38 comentários:

  1. Lembro de ver uma conversa do Jô Soares com o Marcelo Gleiser e o Jô disse, mais ou menos, que não sabia ou entendia como o Noé colocou as baleias na arca. E eu pensei, como será que elas morreram afogadas?

    ResponderExcluir
  2. Everton, os criacionistas afirmam que Noé salvou apenas os animais terrestres já que os aquáticos, como seria de se esperar, não morreram afogados no dilúvio. Uma boa pergunta seria sobre os peixes de água doce, em teoria estariam todos mortos mas Noé deve te-los salvo de alguma maneira...Aquários na arca??

    ResponderExcluir
  3. O debate sobre Noé é, no mínimo, interessante. Que a história não faz o menor sentido isso é claro. É difícil imaginar que existam pessoas inteligentes e crentes que acreditem nessa história.

    Mas o ponto não é só esse. Essa mesma pessoa diria que nem tudo que está escrito na bíblia deve ser entendido de forma literal, que existem contos ali que devem ser compreendidos de uma forma literária numa linguagem figurada. Essas mesmas pessoas não conseguem compreender que um livro desse porte não pode ser utilizado como mecanismo de doutrina, pois como você pode diferenciar aquilo que seria a 'verdade' do que seria 'linguagem figurada'? A bíblia acaba servindo como uma faca de dois gumes que você manipula e utiliza da maneira que quiser.

    O que há de se saber é que ela é, nada mais, nada menos, um livro sem autor, reescrito e mais reescrito durante os tempos para moldar uma sociedade baseada na religião e com tecnologia primitiva. É possível hoje alterar a bíblia para que a igreja católica doutrine mais pessoas? Não, claro que não.

    Tudo que lá está escrito é mitologia ocidental, nada diferente do que os deuses gregos ou os orientais ou os egípcios. Mito que inclui também a existência de um Jesus.

    ResponderExcluir
  4. Luiz, exatamente o que eu digo em diversos posts diferentes. Sobre Noé, uma boa interpretação seria a dele representar a Igreja, a única salvação (a arca...) da humanidade. Mas o que torna a discussão divertida é que os criacionistas radicais (há vários que postam aqui com frequência) insistem que o texto da bíblia é sagrado e deve ser lido de formna literal e como a historia de Noé não tem o menor cabimento, eles ficam dando voltas e voltas para evitar o inevitável: admitir que a bíblia está errada... e não é só com Noé, não, de ponta a ponta é uma lenda atrás da outra.

    ResponderExcluir
  5. LUIZ FEIJÃO, LINEU, CONCORDO EM NÚMERO, GÊNERO, E GRAU. Lineu, existe algum estudo sobre aquela outra lenda, onde josué orou e o sol parou? voce não acredita? falei pra um evangélico, e ele, (como sempre) ficou nervoso, que tudo aquilo era mentira. é a terra que gira em torno do sol. olha oquê ele respondeu, só pra não aceitar a verdadeira verdade, """ imagina se deus falasse para aquele povo sem conhecimento, que foi a terra que parou, iriam chamar josué de louco!""" voce acredita nisso, o louco ainda achou que a terra tinha parado, rsrsrsrs fala a verdade! haja paciência!!! ele combateu uma mentira, com outra. ja pensou um bando desses em brasília???? estamos f.......dos.

    ResponderExcluir
  6. Robson, em Brasília já temos um bando e é bem pior do que esse que você imaginou...

    ResponderExcluir
  7. os ateus, agnósticos, e sem religião tem que se mostrar, sair do armário, pelo menos na ora de votar. no último censo fiquei espantado com os números de pessoas que tiveram coragem, de se dizer ateus, agnósticos e sem religião, imagina se todos todos todos, declaracem sem medo? talvez chegaríamos aos 25 por cento da população do brasil, com esses números elegeríamos muitos deputados, senadores, governadores, que querem fazer agora, um mundo melhor, não no céu. depois da morte.

    ResponderExcluir
  8. Já pensou um bando de ateus em Brasília, Robson ? Será que eles fariam como na antiga União Soviética ? Um banho de sangue em nome de uma revolução sem Deus ? Ou fariam como na China, onde mataram 49 milhões de pessoas ?
    Os regimes ateus só trouxeram males para a humanidade, e vem agora o sr. Robson querendo voltar no tempo, querendo retroagir. É o "fim da picada"...
    E ainda solta uma pérola destas : "querem fazer agora um mundo melhor, não no céu, depois da morte."
    Como se os cristãos não o quisessem, principalmente os católicos. Vejo que você realmente não conhece nada da Igreja Católica, absolutamente nada ! Você, por acaso já ouviu falar em "Doutrina Social da Igreja" ? Então procure conhecer para não ficar dizendo bobagens por aí. A pregação da Igreja, muitas vezes, é por um mundo melhor para se viver. As vezes chega a ser chato de tanto que a Igreja fala sobre isso e acaba esquecendo da parte espiritual. São os olhos no céu e os pés na Terra.
    Não se pode negar que foi o cristianismo quem salvou a civilização Ocidental da destruição dos povos bárbaros, quando da queda do Império Romano no século V, e é o berço da Europa, mesmo que alguns não queiram ver isso

    Que Deus nos livre de outros governos ateus como já nos livrou da União Soviética e outros da cortina de Ferro e do Muro de Berlim (o muro da vergonha)!!

    ResponderExcluir
  9. Há forte evidência de que houve um dilúvio global.

    -Desenterraram-se figueiras na Groenlândia, na latitude de 70 graus norte, e palmeiras na Sibéria, diz o escritor francês François Derrey no seu livro "La Terre cette Inconnue ( a Terra, esta incógnita p.12, 13 - 1941 )

    -As escavações revelaram ossos e carcaças de incontáveis milhares de animais soterrados juntos. Estes são, muitas vezes, de animais que normalmente não andariam juntos. As circunstâncias em que foram encontrados indicam que foram todos mortos ao mesmo tempo e depois arrastados juntos por uma força gigantesca.
    "As covas do Alasca não foram as únicas. Em todo o mundo se encontraram ossuários desta natureza, com amontoados de restos quebrantados de milhares de animais." ( François Derrey - La Terre cette Inconnue / A Terra, Esta Incógnita ).
    Ainda mais surpreendente é que as carcaças de dezenas de milhares de animais, descobertas no norte extremamente frio, são de espécies que normalmente não vivem em regiões frias. Alguns estavam solidamente congelados e tão bem preservados, que a carne, quando degelada, após milhares de anos, podia ser comida. Grama verde e flores, plenamente preservadas, foram encontradas nos estômagos e entre os dentes de tais animais. Descobriram-se nesses locais até mesmo árvores frutíferas, cujas folhas e frutas estavam perfeitamente preservadas pelo repentino congelamento causado pela queda brusca de temperatura, que um dilúvio global certamente acarretaria. É evidente que estas árvores cresciam e estes animais pastavam num clima quente quando foram atingidos por uma repentina catástrofe. A evidência é exatamente o que se esperaria em resultado da queda de um enorme lençol isolante de umidade. Os animais nestas regiões ou perto delas foram apanhados de surpresa e congelados. As criaturas surpreendidas em outros lugares foram soterradas em grande número, debaixo de terra e detrito. Nem a morte natural, nem o afogamento por meios comuns, nem a morte por doença podem explicar satisfatóriamente toda esta evidência. Mas pode ser explicada por um dilúvio global, acompanhado por mudanças drásticas no clima.
    Por ora, isso basta; mas há muito mais evidência.

    Agora, muitos que quase nada estudaram de religião, têm a ousadia de ficar fazendo negações e afirmações a seu bel-prazer sobre as coisas religiosas. Mesmo que alguém possa ser doutor em medicina ou engenharia, no entanto, pode ser ignorante em religião, se não tiver estudado. Temos que ser honestos conosco mesmos e afirmar que quase nada sabemos de tudo isto; então, é melhor não ficar dogmatizando sobre as coisas da religião sem ter autoridade para isto.

    ResponderExcluir
  10. Fernando, você cada vez mais confirma o título desse post....

    ResponderExcluir
  11. Será, Lineu ? Ou é o contrário ? O ateísmo é burrice ( desculpe, mas é o que eu penso ). Ateus pensando que são inteligentes por crerem somente na ciência e desprezando a religião por acreditarem que é coisa de primitivos e ignorantes. Chegará o dia em que a ciência será o próprio juíz de vocês... e não está muito longe não.

    ResponderExcluir
  12. Explique melhor, Lineu, não deu para entender bem. Diga onde e como eu errei.

    ResponderExcluir
  13. Ah, essa não Fernando, pregação apocalíptica sim que é burrice... esse papinho de dia do juízo final é obscurantismo dos mais rasos, fica difícil discutir em alto nível com alguém que saca um argumento tolo desse.

    ResponderExcluir
  14. Fernando, como hoje estou de bom humor deixo para você uma perguntinha bem simples (aliás, já feita antes e não respondida): como Noé salvou os peixes de água doce? Segundo suas crenças tolas o velhote não precisou levar animais marinhos para a arca (foi vc quem me disse isso) já que por razões óbvias não sofreriam em um dilúvio, mas e as tilápias, lambaris, dourados, pacus... sobreviveram como?

    ResponderExcluir
  15. Lineu, eu não fiz pregação apocalíptica; acho que você não entendeu ou fui eu quem se expressou mal. O que eu quis dizer foi que a ciência atual está cada vez mais em harmonia com a fé, e isso eu posso te provar como ja fiz algumas vezes por aqui. Foi isso que eu quis dizer, ou seja, a própria ciência está chegando ao ponto de provar aos ateus que Deus existe, e isso não está muito longe, não. A minha intenção não foi fazer nenhuma profecia apocalíptica.

    Quanto aos peixes de água doce :

    Os críticos da Bíblia não estão interessados nas respostas. Os argumentos são refutados, mas eles repetem e repetem e repetem a mesma lengalenga, ao longo dos anos, simplesmente ignorando os fatos, que nos mostram que a sobrevivência de peixes de água salgada e peixes de água doce não passa de um falso problema, como tantos outros.

    Há peixes que vivem tanto em água doce como em água salgada, consoante as fases do seu ciclo de vida. Existem peixes denominados anádromos - reproduzem-se em água doce mas desenvolvem-se em água salgada; catádromos - reproduzem-se em água salgada mas desenvolvem-se em água doce; anfídromos - peixes que, ao longo da sua vida, alternam entre água doce e água salgada. Exemplos de peixes migratórios: salmão, savelha, enguia, esturjão, lampreia, sável, tainha, arenque, entre outros.

    Os ateus ficam tentando inventar problemas onde eles não existem.

    ResponderExcluir
  16. Ah, entendi... é uma boa explicação, faltou só citar o caso dos pobres peixinhos que nascem, reproduzem e morrem na água doce, este provavelmente Noé salvou em pequenos aquários, talvez?

    ResponderExcluir
  17. "Nas últimas décadas foi descoberto um grande número de 'montes submarinos' que nada mais são do que ilhas submersas no meio do oceano... fornecem abundante evidência de terem estado certa vez acima da superfície". ( The Gênesis Flood - págs 124 e 125 / 1967 ).
    Depósitos de corais que se desenvolvem apenas em águas rasas, foram encontrados em cordilheiras submarinas muito fundas. Comentando isso, o geólogo marinho Edwin L.Hamilton escreveu em "The Scientific Monthly":

    - "Por alguma razão desconhecida, talvez tendo que ver com ajustes (da pressão da gravidade) ou forças sob a crosta, toda a grande cordilheira submarina afundou, e de início, afundou com bastante rapidez para matar o recife de coral quando este mergulhou abaixo de sua zona de vida nas águas superiores."

    Além do registro bíblico, há em todas as partes da terra pessoas com tradições de um grande dilúvio, um que afogou a todos, menos alguns celetos. Conforme declara o livro "Target:Earth (Objetivo: Terra)":

    - "Na experiência comum do homem, as inundações não são ocorrências tão grandes e amplas a ponto de originar uma história de um dilúvio esmagador de tudo ... por que, então, têm praticamente todas as raças de homens esta 'lenda' de um grande dilúvio ? Por que é que pessoas que viviam longe do oceano, em região seca e elevada, como o México Central e a Ásia Central, têm 'lendas' de um dilúvio ?...

    -"Se o dilúvio universal não fosse realidade, então, algumas raças relatariam o extermínio de seus antepassados por meio de horríveis erupções vulcânicas, grandes nevascas, secas, etc... de modo que a universalidade da história do dilúvio é um dos melhores argumentos em prol da sua varacidade. Qualquer uma destas lendas, tomada isoladamente, poderia ser relegada como produto de uma vívida imaginação humana, mas... tomadas juntas, do aspecto mundial, tornam-se praticamente incontestáveis - 1953, p. 239,253".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. corais morrem em agua profunda

      Excluir
  18. Fernando, de todos os seus comentários aqui no blog esse foi um dos mais fracos.
    O planeta está repleto de lugares onde houve radical mudança climática, de relevo ou de contorno. A amazônia já foi mar, pontos do Himalaia também e há lugares que foram secos e hoje são mares. A superfície da Terra é dinâmica e sofre alterações, mas daí a achar que isso prova o dilúvio bíblico, nossa, nem rir disso dá de tão infeliz e tola foi a colocação.
    Risível também é seu argumento de que muitos povos tem em sua tradição oral uma inundação, ora, é claro que tem, pois elas ocorreram mesmo, como acabei de falar. Por exemplo, há na geologia uma hipotese de que o mediterrâneo tenha sido seco por muito tempo e terremotos ou modificações nas placas abriram de forma violenta a passagem do gibraltar, criando esse mar. E o que isso prova em termos biblicos?
    Tradições orais comuns aos povos são... comuns. Eu posso citar outra, a existencia de um deus criador r ouvidor de pedidos, mas o fato de muitos acreditarem nessa tolice não a faz ser verdade.
    Fernando, evolua...
    abraço,
    Lineu

    ResponderExcluir
  19. Fernando, porque você não tenta responder às colocações do debate do Ateus do Brasil que eu reproduzi nesse post? As perguntas são ótimas, com certeza vou me divertir muito com a sua resposta.
    Uma delas é sensacional: não terá havido um só ser humano em toda a superfície do planeta que tenha conseguido subir em um barco para se salvar? A única embarcação da terra era a arca do seu Noé?

    ResponderExcluir
  20. Lineu, antes de responder algumas das tais colocações, por que você não responde àquelas em que eu falei dos restos quebrantados de animais aos milhares, encontrados juntos, etc. ?
    Mas deixa eu dizer mais uma coisa : O Dr.Charles Berlitz, renomado linguísta, autor de vários livros, inclusive "O Barco Perdido de Noé", estuda há anos, detalhadamente, a história do dilúvio bíblico e afirma que tal relato é praticamente idêntico em todos os diferentes tipos de linguagens antigas como persa, babilônica, egípsia, sânscrito, chinesa, etc.. A única coisa que muda, ocasionalmente é o nome de Noé.
    Os relatos são encontrados em tabuletas cuneiformes assírias, babilônicas, acadianas e sumerianas. Porém, a credibilidade da história de Noé foi fortalecida através da descoberta de vinte e cinco mil tabuinhas cuneiformes de argila, desenterradas na antiga cidade de Nínive e datando do sexto século antes de Cristo. Em 1872, a arqueologia, através de Smith, após passar dez anos juntando todo aquele material, se deparou com um relato de um barco que sobreviveu à um grande dilúvio e repousou em uma montanha. A história encontrada nessas tabuletas, conhecida como "Épico de Gigamesh", coincidia exatamente com a história de Noé, sugerindo que o relato bíblico era mais do que uma lenda ou ficção.
    Os achados de Smith foram tão surpreendentes que suscitaram muita curiosidade científica e reascenderam um enorme interesse público a respeito da arca e sua possível descoberta, provocando um profundo efeito no mundo da arqueologia.
    Também, o geólogo Grant Richards afirma : "No alto do Monte Ararat foram encontrados cristais de sal que só podem ter se formado debaixo da água, prova de que o monte esteve submerso, pelo menos até a linha de gêlo e neve permanentes (quatro mil e trezentos metros de altura). E mais: uma ocorrência chamada almofada de larva, que é uma formação particular que ocorre quando a larva fundida emerge da terra abaixo da água. Isto indica que a montanha esteve debaixo da água".
    O dilúvio é narrado na bíblia com uma riqueza de detalhes impressionante; ninguém que inventa uma lenda tem a coragem de citar detalhes, como locais geográficos, por exemplo, porque sabe que mais cedo ou mais tarde será facilmente desmascarado. A bíblia, ao contrário, além do local geográfico em que a arca teria encalhado (monte Ararat- que está lá para todo mundo ver), cita também pormenores como as medidas da arca ( que, por sinal, são perfeitas para a flutuação), o material empregado na épca (betume) já comprovado pela arqueologia como sendo comum naquela tempo, dia e mês e hora para o começo e o fim do dilúvio. Enfim, NENHUMA lenda, eu disse NENHUMA, possui tais características; a Bíblia, nesse ponto, é um livro singular.

    É claro que você não vai ouvir falar destas coisas na nossa infeliz mídia anti-cristã.

    ResponderExcluir
  21. Fernando, francamente... arca de noé não dá. Agora entendo porque o Dr. Richard Dawkins desistiu de debater com criacionistas...
    Porque voce não responde as perguntas do post?

    ResponderExcluir
  22. Visto que a Bíblia diz que Noé levou alguns espécimes de todas as diversas espécies de animais terrestres e criaturas voadoras para dentro da arca, há quem pergunte:"Como era possível haver espaço para todos estes animais?"
    Segundo a descrição Bíblica, a arca era uma grande caixa flutuante, sem proa nem popa. Não precisava delas, pois destinava-se apenas a flutuar sobre a água. Seu tamanho era de trezentos côvados de comprimento, cinquenta côvados de largura e trinta côvados de altura. Calcula-se que o côvado seja de 44,45 a 0,66 centímetros de comprimento. À base do algarismo menor, a arca tinha 133,35 metros de comprimento, 22,23 metros de largura e 13,34 metros de altura. Foi só em décadas mais recentes que se construiram navios maiores. A arca tinha um piso inferior, um segundo e um terceiro (Gênesis 6, 14-16).
    Se concedermos 2.830 metros cúbicos de espaço para convéses e outras partes internas, ainda restam quase 36.800 metros cúbicos de espaço útil. Isto equivale à capacidade de lotação de dez trens de carga de aproximadamente 48 vagões de gado cada um.
    Também, a investigação revela que, dentre umas três mil "espécies" de mamíferos terrestres, classificadas pelos zoólogos, apenas cerca de trezentas incluem algumas maiores do que o cavalo, ao passo que umas 2.200 não são maiores do que o coelho. E como já disseram aqui, os mamíferos marinhos, tais como as grandes baleias e os golfinhos, não constituiríam problema, visto que teriam permanecido fora da arca. Portanto, Noé teve que cuidar relativamente de poucos animais grandes.
    Outro fator básico que se precisa ter em mente é que a atual classificação que os cientistas chamam de "espécie" não é igual as "espécies" bíblicas que Noé levou para dentro da arca (Gn 6,20). Por exemplo, há muitas espécies na família felina, tais como tigres, panteras leopardos e assim por diante. Muitos destes, porém, podem ter descendido de um "gênero" felino original. O mesmo se dá também com os diversos tipos de cães, na família canina. De modo que nem todas as atuais variedades de animais precisam ter estado na arca. Haveria necessidade apenas de números representativos de cada "gênero".
    Ao se analisarem os fatos, torna-se claro que a capacidade da arca era suficiente para conter a todos.

    Cientistas turcos e chineses afirmam ter localizado a arca de Noé no monte Ararat, de acordo com a imprensa turca :

    http://noticias.gospelprime.com.br/arca-de-noe-encontrada-confira-fotos-e-videos/

    http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI4404652-EI8147,00-Cientistas+afirmam+ter+encontrado+Arca+de+Noe+na+Turquia.html

    ResponderExcluir
  23. Até agora você não respondeu nenhuma das colocações do texto do post.
    Sua explicação sobre os peixes de água doce vão para os anais desse blog, uma das pérolas mais preciosas do obscurantismo criacionista.
    Seus cálculos sobre o espaço na arca consideram um lugarzinho para o Tiranossauro Rex?

    ResponderExcluir
  24. "Falando de argumentos absurdos, tente imaginar como um barco de 150m de comprimento por 25m de largura e 15m de altura conseguiria abrigar dois indivíduos de cada uma das espécies na Terra, algo entre 10 a 100 milhões delas."

    Lineu, essa não é uma colocação do texto do post? Então como não respondi a nehuma das colocações do texto ??

    Quanto ao Tiranossauro Rex, achei esta resposta interessante :

    http://alogicadosabino.wordpress.com/2008/12/23/consideracoes-acerca-dos-grandes-dinossauros-na-arca-de-noe/

    Lineu, vou responder as perguntas do texto, mas queria que você me respondesse também a estas:

    1- Se o homem evoluiu de um primata, então como ainda existem primatas entre nós ? Por que não evoluiram como o homem ?

    3- Segundo a teoria da evolução, quem teria surgido primeiro, o homem ou os outros animais ?

    4- Como se explica que a imagem do manto de Nossa Senhora de Guadalupe não esteja colada no manto, mas flutuando, segundo os cientistas ?

    5- Como explicar que o material empregado na formação da imagem não pertença a nenhum elemento químico existente na face da Terra ?

    6- Como explicar isto :
    http://www.sancta.org/eyes_p.html

    7- Ou isto :
    http://stdominic3order.blogspot.com/2007/01/santos-incorruptos.html

    8- E isto ?
    http://deusvivorj.sites.uol.com.br/lanciano.htm

    9- O que existia antes do Big Bang ?

    ResponderExcluir
  25. 1) Fernando, como seu Noé alimentou seu zoologico durante todo aquele longo período? 2) Essa é boa: quem cuidava da limpeza...? 3) Todos os demais seres humanos do planeta, na europa, na africa, na australia e na america do norte, todos morreram afogados sem que um só tenha conseguido subir em um barco, uma balsa, nada?

    Sobre as suas perguntas vou respondendo aos poucos.

    9) Não sei, ninguém sabe, a ciência vai decifrando a história do universo bem aos poucos, já sabemos muito mas ainda não se sabe tudo, o que é um grande desafio e motivação. Lembre-se que a ciência não saber o que causou o big bang não quer dizer que tenha sido um deus.

    2) De novo: o homem não descende de um primata, a evolução não afirma que somos uma macaco evoluido mas sim que nós e os macacos temos antepassados em comum. Aliás, se andar mais para trás verá que na verdade todos os animais tem antepassados em comum, homens e macacos apenas os tem mais próximos. Não deve ser tão dificil de aceitar, em outro comentário voce falou em felinos da arca terem evoluido para todos os atuais (o que, aliás que o torna um evolucionista).

    T-Rex: "Achei isso na internet" e pronto, provada sua tese? Leia os comentários do autor desse blog que vc indicou, ele defende a tese de que há dinossauros vivos hoje ainda, nos confins das florestas africanas, mais hilário que acreditar em chupa cabra ou no pé grande.

    ResponderExcluir
  26. Desculpe a minha ignorancia lineu mas os dinosauros não foram extintos a milhõesde anos? então eles não existiam no tempo de noé,certo? tô cert ou tô errado? é só uma pergunta.Voce pode me responder? Te agradeço desde já.

    ResponderExcluir
  27. Pois é, caro leitor, veja como não faz o menor sentido...lembre-se que os criacionistas acreditam que a terra tem apenas 6.000 anos, como diz o livro sagrado. Consequentemente afirmam que são patetas ignorantes todos os físicos, químicos, biólogos, geólogos, arqueólogos do planeta pois estes insistem em afirmar que a terra tem um pouquinho mais, 4,5 bilhões de anos.
    A pergunta do dinossauro é uma provocação deliciosa: não há dúvida que eles existiram, como as ossadas provam. Logo, tinham que ter entrado na arca o que, como tudo mais nessa antiga lenda babilônica, não faz o menor sentido.

    ResponderExcluir
  28. então os dinossauros já estavam estintos no tempo du diluvio? tá resolvido o prblema. eles não entraram na arca por que não existiam mais naquela epoca.

    ResponderExcluir
  29. É, anônimo, você acertou em cheio ! Os dinossauros realmente não existiam mais na época do dilúvio.

    ResponderExcluir
  30. fernando! da onde surgiu um deus adulto e com família? façamos o homem à nossa imagem........ ele não estava sozinho, da onde eles vieram??? o quê era 1 minuto antes deles?? o quê era 1 hora antes deles?? quem criou jeová? e companhia?

    ResponderExcluir
  31. "FAÇAMOS o homem a NOSSA imagem e semelhança..."

    Olha a Santíssima trindade aí, Lineu e Robson !

    ResponderExcluir
  32. Olha aí... onde?? Que trindade??

    ResponderExcluir
  33. "Façamos"... "nossa"...

    ResponderExcluir
  34. Fernando, só pode ser piada sua. Quer dizer que esses plurais explicam a santíssima trindade????????????????????????
    A única explicação é essa aqui: a santissima trindade é uma tolice sem tamanho, jamais mencionada na bíblia, mas desenvolvida pela própria igreja, propagada durante séculos como se fosse "sagrada" até que a velha e boa autenticidade pela antiguidade fez a sua parte.
    Imagine só para um ateu, já não acredito em um deus, quanto mais em três.
    Será que eles moram no Monte Olimpo? Está livre desde a morte de Zeus, Atenas e a turma toda... e como os semideuses também sumiram há lugar a vontade para os santos católicos.

    ResponderExcluir
  35. Meus caros amigos.
    As coisas de Deus são espirituais e não humanas

    ResponderExcluir
  36. Lineu vc sabe o que é onipotência onisciência e onipresente

    ResponderExcluir