quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Resposta do Frade Demetrius dos Santos Silva sobre a decisão do Ministério Público de São Paulo de retirar a cruz das repartiçoes públicas

É claro que sou contra (e todos deveriam ser) a presença de cruzes e quaisquer outros símbolos religiosos em locais públicos.
Primeiro, por estarmos em um país laico.
Segundo, por ser uma pratica que pode ofender ou incomodar pessoas não religiosas ou de outras religiões.
Em agosto de 2009 o Ministério Público pediu a retirada dos símbolos religiosos e o Frade Demetrius, sobre o assunto, enviou à Folha de SP uma carta. O curioso é que ele, como religioso, deveria, em tese, defender a presenças das cruzes, mas acaba seguindo por um caminho interessante, vejam só:
============================================
Palavras do Frade Demetrius dos Santos Silva, publicadas no jornal ‘Folha de São Paulo’ de 09/08/2009:

“Sou padre católico e concordo plenamente com o Ministério Público de São Paulo, por querer retirar os símbolos religiosos das repartições públicas. Nosso Estado é laico e não deve favorecer esta ou aquela religião. A Cruz deve ser retirada!

Jamais gostei de ver a Cruz em tribunais, onde os pobres têm menos direitos que os ricos e onde sentenças são vendidas e compradas. Não quero ver a Cruz nas Câmaras Legislativas, onde a corrupção é a moeda mais forte. Não quero ver a Cruz em delegacias, cadeias e quartéis, onde os pequenos são constrangidos e torturados. Não quero ver a Cruz em prontos-socorros e hospitais, onde pessoas pobres morrem sem atendimento.

É preciso retirar a cruz das repartições públicas, porque Cristo não abençoa a sórdida política brasileira, causa da desgraça dos pequenos e dos pobres.”
==========================================
Tirando essa parte do "Cristo não abençoa...", o resto assino embaixo.

39 comentários:

  1. Esse é o tipo de texto em que o tiro saiu pela culatra, ou pegou no próprio pé. Na realidade ele, o padre, quis sobrevalorizar o simbologia cristã(no caso a cruz)usando como contraponto a injustiça social que impera no Estado...pura balela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BALELA no que o frade disse????? ele está como alguns de milhoes de brasileiros que estão sem aguentar mais esse povo corrupto
      descrito exatamente nas palavras dese frade agora quero ver quando voces que acham que esse governo federal esse um que o frade citou estiverem sofrendo as duras penas impostas pelos mesmo .......nao tem nem palavras para tal situação.

      Excluir
    2. Falou falou falou,, e ninguém entendeu nada... por fim aonde era pra chegar mesmo teu texto? (anonimo)

      Excluir
  2. Por esse ângulo também concordo com o padre, mas o que está acontecendo é muito pior do que isso. Há muita coisa por trás desse negócio de "Estado laico". Ano passado barraram uma aeromoça no avião só porque estava com um crucifixo no pescoço (foi num país europeu).
    Cristãos estão sendo mortos ou torturados em diversos países desse nosso mundo; estão queimando igrejas, pisoteando hósteas ... mas a mídia quase não toca no assunto, só quando queimam mesquitas.

    Está crescendo (e muito !) no mundo o preconceito e a intolerância em relação aos cristãos (principalmente católicos).

    Quando o Brasil, a Europa e as américas se tornarem muçulmanas ... adeus liberdade de culto, adeus manifestações livres de ateísmo (isso nem pensar !), adeus democracia ...

    ResponderExcluir
  3. Pescoço não é local público, cada um usa o que quiser. Já em parede de tribunal ou de cartório ou de prefeitura, por favor, tire as cruzes. Simples assim.
    Cruz credo!

    ResponderExcluir
  4. É, Lineu, pescoço não é lugar público, mas foi tratado como se fosse.
    Se eu trabalhasse em emprego público e tivesse uma mesa só minha, certamente colocaria um crucifixo em cima; afinal a mesa é o meu local de trabalho, e os encomodados que não olhassem para ela ou se afastassem. E chega de frescura !
    Esse negócio de "Estado Laico" não passa de uma desculpa (mais uma !) para a intolerância com o cristianismo, e vocês sabem muito bem disso.
    Taí... eu queria ver se todos os funcionários públicos cristãos colocassem uma cruz dourada ou prateada, com mais ou menos uns vinte centímetros, pendurada no pescoço. Aquelas cruzes brilhando por toda parte em Brasília; já pensou ? Eu queria ver se iriam tolerar.

    "...por favor, tire as cruzes".

    OOOhhh... por favor tire as cruzes ! Ai, ai, ai... socorro ! Estão me afligindo, estão me incomodandoooooo ! Não consigo nem olhar ! Arrrrggghhh ...

    Sabe qual o nome disso, além de ser uma desculpa esfarrapadíssima para a intolerância ?
    Frescura, meu caro Lineu, frescura.

    ResponderExcluir
  5. Se laicidade do estado é frescura, sou fresco.
    E se o chefe da minha religião tivesse sido espancado, torturado, humilhado e pregado em um pedaço de pau... eu é que não ia querer ficar exibindo réplicas desse pedaço de pau por aí.
    Ah, mas ele fez isso para nos salvar...
    Do que mesmo?
    Do pecado capital...
    E o que é isso exatamente?
    O pecado cometido por Eva ao comer a maçã proibida por recomendação da cobrinha falante!

    Fernando, assista as novelas das 6 na TV, os enredos são semelhantes e você nem precisa pagar dízimo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lineu, é fácil encontrar argumentos usando "SE", ou seja usando a forma condicional. Se você é ateu mesmo, você não sabe é nem tem idéia do que é profissar uma fé. Desculpe, essa maneira direta de me expressar, mas não encontrei e nem quero ofendê-lo. Só que essa é a verdade. Não é possível afirmar uma coisa que não se vive.
      Bom, quanto a resposta do Frade, este usou de sarcasmo para defender a fé cristã. Sem puxar a sardinha para a minha fé cristã, particularmente eu acho que essa questão de país laico é ridícula. Fala-se muito em tolerância a outra religiões, mas na prática não é isso que está acontecendo. Cada vez mais o cristianismo tem sido reprimido no mundo inteiro. Só que o mais estranho é que as pessoas do ocidente principalmente aquelas que pregam a liberdade religiosa parecem esquecer que nossas leis e normas da sociedade são baseadas em uma "ideologia" judaica-cristã que "defende o livre arbítrio". Não tenho nada contra muçulmanos e até mesmo interesso por sua cultura, costumes e religião a ponto de ter vontade de aprender árabe para poder ler o Alcorão no idioma em que foi escrito, mas nem às custas desse interesse gostaria de viver numa sociedade regida pela lei Sharia onde minha liberdade correria risco de se extinguir. Acho que ateus deveriam pensar direitinho nas desvantagens de não viver numa sociedade baseada em principios judaicos-cristãos. Essa idéia de país laico é na minha opinião uma utopia, tal como ideologia socialista e/ou comunista. Isso só serve como enredo de livros românticos.
      Li

      Excluir
    2. Robson, não é questão de trocar. Ninguém na Europa quer abrir mão de sua identidade, suas raízes, suas tradições, suas crenças, sua cultura e suas leis. Mas infelizmente estamos (eu moro na Alemanha há mais de 20 anos) caminhando para isso. É muito enriquecedor para uma sociedade quando outros povos se mesclam, trazem uma bagagem ideológica consigo, mas se adaptam às regras da sociedade que os aceitou. Só isso não é o que está acontecendo na Europa por isso tem surgido grupos políticos nacionalistas em países como Holanda, Hungria, República Tcheca, Reino Unido, Suécia (até nesta que sempre foi um modelo de país liberal e com coração de mãe) e outros países. Se tudo fosse apenas uma questão de trocar 6 por meia dúzia como você postou, nenhum político populista teria como se aproveitarefere desse tema para se promover nos países europeus. Veja o exemplo do Brexit. E não falo só da Europa, mas dos EUA também. Por que você acha que o Trump conseguiu ser eleito presidente?

      Excluir
    3. Lineu, estava pensando quando você escreveu: "E se o chefe da minha religião tivesse sido espancado, torturado, humilhado e pregado em um pedaço de pau... eu é que não ia querer ficar exibindo réplicas desse pedaço de pau por aí"

      Já pensou se o Brasil fosse regido pela lei Sharia? Será que você esconderia que é ateu ou você lutaria pela sua "crença/opinião ateísta" como fazem os cristãos vítimas do pseudo-estado islâmico na Síria?

      Baseando-se no seu argumento condicional (porque não sabe o que é crer em Deus), ou seja uma suposição, então posso acreditar que por amor à saúde você esconderia que é ateu.

      Quem vive numa sociedade baseada em princípios judaicos-cristãos levantando bandeira de laicidade reclama de barriga cheia.

      Excluir
    4. Estava pensando no que você escreveu acima:
      "E se o chefe da minha religião tivesse sido espancado, torturado, humilhado e pregado em um pedaço de pau... eu é que não ia querer ficar exibindo réplicas desse pedaço de pau por aí"

      Partindo desse princípio, posso afirmar que se você vivesse num país regido pela lei Sharia, então você esconderia sua "crença ateísta", certo? Porque lutar por uma crença teísta é menos importante que lutar pela própria vida, não?

      Quem vive num país onde leis e regras são baseadas em princípios judaicos-cristãos e reclama da falta de laicidade do Brasil reclama de barriga cheia.

      Excluir
    5. Espero que não entenda mal minhas postagens acima. Apenas tento mostrar que essa questão de estado laico pode ser questionada já que os princípios judaicos-cristãos podem e são vantajosos para o cidadão. Para que um equilíbrio aconteça é necessária a ação de duas forças contrárias, do contrário à balança tende apenas para um lado e é assim que funciona a base da democracia porque se a balança tender apenas para um lado teremos uma ditadura. O cidadão de uma sociedade democrática tem que aprender a lidar com essas diferenças.

      Excluir
  6. não acho que os habitantes cultos europeus, vão trocar 6 por meia dúzia! era só oque faltava, deixar de ser católicos para serem muçulmanos. eu por exemplo, quanto mais leio, estudo, me informo, mais e mais distância eu quero de TODAS as religiões. já disse em outros comentários, estou fazendo minha parte de formiguinha, não dou um único centavo, pra padres, pastores, e cia.

    ResponderExcluir
  7. Puxa vida, Robson... você finalmente conseguiu admitir que a Europa foi fruto de um trabalho lento e paciente da Igreja Católica. Viu como você consegue raciocinar quando não está cheio de ódio ? "Os habitantes cultos europeus...católicos.
    É isso aí, Robson.

    Enquanto as famílias do Ocidente (Europeus principalmente), tem um ou dois filhos, no máximo, quando não têm nenhum, os muçulmanos têm quatro, cinco, dez, doze filhos e estão invadindo a Europa, literalmente.
    a população da Europa está envelhecendo pouco a pouco. Em países como a Itália, por exemplo, estão pedindo, "pelo amor de Deus", para que as famílias voltem a ter filhos.
    O ocidente está colhendo aquilo que plantou. Quando a Igreja levantava a voz contra o exagero das políticas de contenção do crescimento demográfico ou dos anticoncepcionais, era taxada de retrógrada, que se intrometia em tudo... pois é... agora seguremos o que vem por aí. E já começou.

    ResponderExcluir
  8. fernando! como a sua igreja tem milênios, eles já sabiam oquê iria acontecer, com o controle da natalidade, é lógico que a arrecadação iria cair também, por isso eram contra a diminuição dos nascimentos, e agora estão mandando o papa pra cá 500 vezes ao ano, estão correndo atrás do prejuízo, vão fazer de tudo para que o brasil, o méxico, e outros países da américa latina continuem a procriar igual a coelhos, assim haverá pra sempre, uma favela por ai, segundo fernando! por que os padres italianos não doam esperma, pra que as italianas engravidem? vocês não raciocinam? não será pecado! será fecundação sem sexo, não é o ato de transar com uma mulher que é pecado? então!!! você conhece aquele escritor do livro versos satânicos?? então ele também era muçulmano, agora é procurado por que deixou de ser, então acho que esses filhos de muçulmanos que nascem na europa, também, com o tempo milhares ou quem sabe, milhões, deixarão de ser muçulmanos, eu não nasci na maior nação católica do mundo? agora estou aqui. mas dou o braço a torcer pra você fernando, diante do quê vemos na tv, prefiro o catolicismo ao islã. pelo menos na religião católica não se ensina, que quem morre por jesus em atentados a bomba, vai ter um lugar no céu com 77 virgens a disposição.

    ResponderExcluir
  9. Como uma igreja que pretende pensar em mais arrecadação pode ir sempre contra a maré, ou seja, ser contra pílulas anticoncepcionais, contra o aborto, contra pesquisas com células tronco, contra a eutanásia, contra o sexo antes do casamento, contra o casamento de padres, contra o homossexualismo, contra o divórcio, contra mulheres no sacerdócio, enfim, contra tudo o que as pessoas do nosso tempo acham correto ?? Você poderia me responder, Robson ?

    ResponderExcluir
  10. Por que você não doa seu esperma, Robson ?

    ResponderExcluir
  11. vou fazer isso com umas amigas minhas lésbicas!! obrigado pela lembrança!!

    ResponderExcluir
  12. fernando! não vejo a hora dos cientistas, conseguirem finalmente desenvolver uma droga, conseguida com células troncos, pra dar movimentos a paraplégicos, e tetraplégicos!! curar doenças degenerativa de idosos, corto meu pescoço, se vocês cristãos, não vão alardear aos quatro cantos, "" eles só conseguiram esses prodígios, por quê nós cristãos estamos orando"" ai vai cair por terra, esse orgulhosinho de vocês, batendo no peito, "" somos contra pesquisas com células tronco"". ha ha ha ha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que mais me preocupa não são os símbolos católicos, arcaicos e sem força, e sim, o crescimento do islamismo pelo Oriente Médio e Ásia e das igrejas neopentecostais por aqui. Os ateus e materialistas confessos, bem como seguidores de movimentos religiosos de minorias viverão o inferno por aqui mesmo.

      Excluir
  13. Também nós católicos não vemos a hora de isso acontecer (e vai acontecer), a Igreja só não quer que isso aconteça as custas de outras vidas, porque aí é "despir um santo pra vestir outro".
    Não tem orgulho nenhum não, Robson ... coitado do Robson ... tss, tss, tss.
    A Igreja não é contra a ciência, Robson, muito pelo contrário, foi ela quem mais financiou a ciência durante a Idade Média e ainda hoje financia no Vaticano; ela só alerta para os perigos que a pesquisa científica pode acarretar para a dignidade humana, se não levar em conta os limites que a ética indica.

    ResponderExcluir
  14. é mesmo fernando! e aquele alvoroço que os católicos e outros religiosos fizeram em brasília? para barrarem as pesquisas com células tronco? e aquele frade ou padre, lá no nordeste que queria parar a construção da transposição do rio são francisco?? que vai sim dar mais dignidade aos moradores daquela região, que morreram e morrem de sede, á séculos, e esse mesmo padre ou frade, acho que nunca ajudou ninguém a fazer um poço, fernando sua igreja realmente é contraditória você diz que aprova as pesquisas com células tronco, mas outros milhares vão pra brasília protestar, dá pra entender. e olha o primeiro super homem morreu tetraplégico, coitado, não teve um deus sequer que conseguiu curar ele!! torço mesmo para os cientistas, porque se depender de milagres.......hum......

    ResponderExcluir
  15. é mesmo fernando! e aquele alvoroço que os católicos e outros religiosos fizeram em brasília? para barrarem as pesquisas com células tronco? e aquele frade ou padre, lá no nordeste que queria parar a construção da transposição do rio são francisco?? que vai sim dar mais dignidade aos moradores daquela região, que morreram e morrem de sede, á séculos, e esse mesmo padre ou frade, acho que nunca ajudou ninguém a fazer um poço, fernando sua igreja realmente é contraditória você diz que aprova as pesquisas com células tronco, mas outros milhares vão pra brasília protestar, dá pra entender. e olha o primeiro super homem morreu tetraplégico, coitado, não teve um deus sequer que conseguiu curar ele!! torço mesmo para os cientistas, porque se depender de milagres.......hum......

    ResponderExcluir
  16. "... aquele padre nunca ajudou ninguém a fazer um poço" ??? Pelo amor do deus big bang ... como você chuta as coisas e é desinformado ! Muitíssimo pelo contrário, óh caríssimo preconceituoso !

    http://www.swissinfo.ch/por/reportagens/Dom_Cappio:_O_objetivo_da_transposicao_ja_foi_alcancado.html?cid=8827526

    Do jeito que se quer fazer... a Igreja é contra sim !

    http://cleofas.com.br/ver_conteudo.aspx?m=doc&cat=121&scat=189&id=2754

    O seu negócio, Robson, é ser contra a Igreja somente por ser.. e que se dane a verdade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernando estva lendo a tua conversacom a do Robson ,nao quero entrar em detalhe mas na verdade voce percebeu porque ele te intentou tanto ele é um PETISTA entendeu agora o porque de tanto blablabla!!!!1 penso como voce Fernando.

      Excluir
  17. ainda bem que o lula não deu bola pra vocês!! a transposição vai ser do jeito sim!! do governo, não ao gosto do padre celebridade!!!

    ResponderExcluir
  18. fernando que pena que você não é evangélico!! pois ia meter o pau também, não importa a igreja, odeio todas!! mas por coincidência você tem 2 mil anos de história nas costas, ai as críticas se multiplicam por 2 mil.

    ResponderExcluir
  19. de novo!! que verdade???? o triste fim dos papas celibatos??? deve ser terrível um papa nos seus dias finais, """por que o deus que eu passei a vida toda me dedicando, me deixa morrer igual a qualquer ateu idoso?? com todo tipo de doenças degenerativas??""" será que perdi meu tempo?? agora vou pro céu ficar batendo asas pra toda eternidade!! hummm!! que tédio!!!

    ResponderExcluir
  20. O que esse assunto tem a ver com o que nós estamos falando aqui, Robson ? Assim, de repente, coloca o papa no meio... você não está no seu juízo normal.
    O Grande João Paulo II, ao demonstrar publicamente que estava muito enfermo (fez questão disso), nos deu uma lição de vida dizendo que TODOS nós, nesse vale de lágrimas, estamos sujeitos ao sofrimento, que o sofrimento faz parte dessa vida, e que ele, só por ser papa, não estava livre disso. Ele quis demonstrar que é um ser humano igual a todos nós, igual a mim e a você. Ao contrário de alguns pastores evangélicos que se tratam fora do país, escondidos (geralmente são justamente aqueles que dizem que tudo é obra do demônio). Por que não procuram um colega para tirar o demônio, em vez do médico ?
    A Igreja crê que Deus faz milagres, e os faz dentro da Igreja, mas prega também que o sofrimento faz parte dessa vida. Os apóstolos sofreram, e muito ! O próprio Jesus sofreu...
    Eu poderia te dizer que o papa sofreu aquele atentado no dia de Nossa Senhora de Fátima e escapou da Morte... mas não iria adiantar muito.
    Vê se aprende um pouco com a vida de João Paulo II, Robson.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernando, parabéns pela sua colocação acerca do assunto "palavras do Frade Demétrius" e, mais ainda, pela sua firmeza em relação à Igreja Católica.Porém, em relação ao Sr Robson, penso que ele somente entenderá suas palavras quando tiver uma experiência pessoal e profunda com Deus. Fique em paz.

      Excluir
    2. Anônimo nossa era bem isso qeu queria dizer para o Fernando obrigada por tais palavras sou católica e me da pena desse tal Robson não quero qeu seja pela dor que ele procure por Deus na igreja.

      Excluir
    3. O que dá pena é a falta de inteligência das pessoas para perceberem que se curvam para amigos imaginários. Freud explicou direitinho em "O Futuro de uma Ilusão", mas quem segue amigos imaginários tem cérebro seletivo, só absorve o que lhes convém.

      Excluir
  21. Esse padre merece ser aplaudido em pé.
    Tiro o meu chapéu para ele.

    ResponderExcluir
  22. Esse frade foi felicíssimo em sua colocação. Infelizmente, nem todos foram capazes de alcançar e entender o que ele quis dizer.
    Já com relação à discussão que rolou aqui, gostaria de perguntar ao Robson Andreotti, que disse em 21 de Janeiro de 2012: "ainda bem que o lula não deu bola pra vocês!! a transposição vai ser do jeito sim!! do governo, não ao gosto do padre celebridade!!!"
    Cadê a transposição do rio São Francisco?
    Não foi concluída né?
    Mas garanto que o dinheiro está nos bolsos do Lula e seus comparsas petistas!

    ResponderExcluir
  23. Um Estado laico não pode assumir simbolos religiosos. Por isso, sou contra os feriados religiosos, que são tantos quanto os civis. Se vamos assumir os feriados religiosos cristãos, assumamos também os judeus, muçulmanos, budistas e outros tantos. Mas não concordo com a visão deste padre. Até porque a presença de Deus em locais de sofrimento se destina a mitigar esse sofrimento.
    Que sacerdote é este, que preconiza se ausentar de onde estão ocorrendo injustiças? E quando foi que ele defendeu a eliminação dos diáconos militares, que acompanham os soldados nas guerras, a maior das violências e injustiças?
    A pergunta que me ocorre é: qual a ideologia desse padre, que defende esse tipo de idéia?

    ResponderExcluir
  24. Viva o Frade!!! Não aceitou associar o símbolo de sua religião com roubo, chantagem, tortura, humilhações...
    "Ainda podemos expressar livremente nossa opinião" que alivio, pensei que não!!!

    ResponderExcluir
  25. Pois vocês que retirem as cruzes, e enfiem-nas no cu. Jesus Cristo nunca precisou de uma cruz para pregar. Alias, não me dou conta de que houvesse usado quaisquer outro símbolo para o fazer.
    Pregava em publico e até mesmo disse..."Dai a Cezar, o que é de Cesar". Pouco original isso. O brasileiro fala tão mal do americano, porem não se cansa de copia-los. Isso é historia velha, coisa ultrapassada. A questão da fé é algo pessoal. Não diz mesmo respeito a ninguém, se não a cada indivíduo; é particular, privada, autônoma. Minha fé não vai mudar em nada, se eu vir ou não uma cruz na parede de um hospital, uma escola, uma repartição publica. Minha fé é a mesma.
    Carrego Christo no coração, e não em um pedaço de madeira, metal, ou seja lá o que for.
    Como disse acima. Peguem nas cruzes, e enfiem-nas no cu. Falta do que fazer é foda! Gente desocupada. Sem originalidade, sem pragmatismo, sem coragem. Povo fraco, sem cultura, sem honra, sem valor. Até parece que se importam com algo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito blá, blá, blá...nada de argumento e muita falta de educação. Para variar, anônimo (=covarde).

      Excluir
  26. A vulgaridade do autor, empana seu belo argumento!

    ResponderExcluir